Sozinha

Acompanhada pra todos, entretanto sozinha pra um...
Parece uma ilha...Mas sinto os ataques...sotaques ao pé do ouvido...silêncio...pra mim zombido!
Cadê meu sorriso, cadê?
A alegria de simplesmente viver...
Me roubou a paixão...ou me tirou a solidão
Cadê ...vc nesse imensidão
Sinto falta das profundezas e da beleza de se entregar
Vem, vem de novo me amar
Mas amar de verdade...que ja vai tarde toda essa crista
E cadê os pés descalços...os amassos....a simplicidade os percalços...
Eu sou guerreira, jogo junto
Mas se quiser guerra logo me aprumo
Não sou de eira, nem beira
Sei falar de amor, mas cansei dessa barueira...zueira
Cadê aquele que cede e se esquece
Joga, é tão pouco, pro alto e amadurece
Sumiu pra onde? Nao se perde
Volte enquanto ainda estou disposta...pq tambem sei ser torta
E se me me perder nao vou mais te encontrar...
Ja me canso de tanta cara lisa e rasa....nao disfarca? Nem luta...so ataca e retruca
Promete o mundo...mas de fundo só meu vasto mundo...que é só meu...me deixas como está....que a cada deixa...deixo de te amar!

Comentários